Integral Health Care As A Guiding Axis Of Medical Training: Case Studies

  • Alcides Viana de Lima Neto Nurse, Professor Level II, Health School, Potiguar University, Laureate International Universities. Natal, Rio Grande do Norte, Brazil.
  • Elisangela Medeiros Teixeira Medical Student, Health School, Potiguar University, Laureate International Universities. Natal, Rio Grande do Norte, Brazil.
  • Bruna Aderita Cortez de Sena Nurse, Professor Level II, Health School, Potiguar University, Laureate International Universities. Natal, Rio Grande do Norte, Brazil.
  • Naedja Nara de Araújo Neves Nurse, Professor Level II, Health School, Potiguar University, Laureate International Universities. Natal, Rio Grande do Norte, Brazil.
  • Lariane Thays Albuquerque Ribeiro Nurse, Professor Level II, Health School, Potiguar University, Laureate International Universities. Natal, Rio Grande do Norte, Brazil.
  • Aline Samaya Santos Fernandes Nurse, Professor Level II, Health School, Potiguar University, Laureate International Universities. Natal, Rio Grande do Norte, Brazil.
  • Vilani Medeiros de Araújo Nunes Nurse, PhD in Health Sciences, Assistant Professor of the Department of Collective Health of the Federal University of Rio Grande do Norte. Natal, Rio Grande do Norte, Brazil.
  • Karla Simone Lisboa Maia Damiao Dentist, Master in Public Health Based on Evidence, Coordinator of the Modules of Integral Attention to Health, Health School, Potiguar University, Laureate International Universities. Natal, Rio Grande do Norte, Brazil.
  • Ana Priscila Freitas Lemos Physician, Professor Level II, Health School, Potiguar University, Laureate International Universities. Natal, Rio Grande do Norte, Brazil.
  • Rafael Pontes Barros Physician, Tutor of Practices of Medical School. Health School, Potiguar University, Laureate International Universities. Natal, Rio Grande do Norte, Brazil.

Abstract

Objective: The aim is to report the experiences during the practical experiences in the territory assigned to a basic health unit provided by the module of Integral Health Care I.


Methods: Case studies resulting from a process of critical reflections about practical experiences by medical students in a basic health unit from August to December 2015.


Results: Through the module of Integral Health Care I, students were allowed to recognize the assigned area of a family health team, as well as to develop the territorialization process and to classify the demographic, epidemiological, socioeconomic and environmental profile in that place; in addition to perform other activities as a singular therapeutic project and intervention project.


Conclusion: The activities developed motivated the students to be able to apply the concepts of family and community medicine in primary health care, in addition to bringing them closer to the reality of this work process.


Descriptors: Integral Health Care; Family Health Strategy; Physician-Patient Relationship; Basic Health Unit.

References

1. Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Assistência à Saúde. Coordenação de Saúde da Comunidade. Saúde da Família: uma estratégia para a reorientação do modelo assistencial. Brasília. Ministério da Saúde; 1997.

2. Ministério da Saúde (BR). Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica, para a Estratégia Saúde da Família (ESF) e o Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS). Brasília. Ministério da Saúde; 2012.

3. Cunha CFL, Gama MEA. A visita domiciliar no âmbito da Atenção Primária à Saúde. In: Malagutti W. Assistência Domiciliar: atualidades da assistência de enfermagem. Rio de Janeiro: Rubio; 2012. 37-48.

4. Gondim GMDM, Monken M, Rojas LI, Barcellos C, Peiter P, Navarro MBMA, et al. O território da saúde: a organização do sistema de saúde e a territorialização. In: Miranda AC, Barcellos C, Moreira J, Monken M. Território, Ambiente e Saúde. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2008. 183-203.

5. Constituição (BR). Constituição: República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988.

6. Lopes JMC. Princípios da medicina de família e comunidade. In: Gusso G, Lopes JMC. Tratado de Medicina de Família e Comunidade: princípios, formação e prática. Porto Alegre: Artmed; 2012. 1-11.

7. Ministério da Educação (BR). Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução nº 3, de 20 de junho de 2014. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina e dá outras providências. Brasília. Ministério da Educação; 2014.

8. Savassi LCM, Lage JL, Coelho FLG. Sistematização de instrumento de estratificação de risco familiar: a Escala de Risco Familiar de Coelho-Savassi. J Manag Prim Health Care. 2013; 3(2):179-185.

9. Rocha BV, Gazim CC, Pasetto CV, Simões JC. Relação médico-paciente. Rev Med Res. 2011; 13(2):114-118.

10. Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de ações programáticas estratégicas. Pré-Natal e Puerério: atenção qualificada e humanizada. Brasília; 2005.

11. Ministério da saúde (BR). Portaria nº 1.459, de 24 de junho de 2011. Institui, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) a Rede Cegonha. Brasília: Ministério da Saúde; 2011.

12. Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Humanização. Cadernos HumanizaSUS. Volume 2. Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

13. Silva EP, Melo FABP, Souza MM, Gouveia RA, Tenório AA, Cabral AFF. Projeto Terapêutico Singular como estratégia de prática da multiprofissionalidade nas ações de saúde. R bras ci Saúde, 2013; 17(2):197-202.

14. Ministério da Saúde (BR). Portaria nº 3.088, de 23 de dezembro de 2011. Institui a Rede de Atenção Psicossocial para pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Brasília: Ministério da Saúde, 2011.

15. Silva JM, Caldeira AP. Modelo assistencial e indicadores de qualidade da assistência: percepção dos profissionais da atenção primária à saúde. Cad. Saúde Pública, 2010; 26(6):1187-1193.
Published
2017-04-14
How to Cite
DE LIMA NETO, Alcides Viana et al. Integral Health Care As A Guiding Axis Of Medical Training: Case Studies. International Archives of Medicine, [S.l.], v. 10, apr. 2017. ISSN 1755-7682. Available at: <http://imedicalsociety.org/ojs/index.php/iam/article/view/2270>. Date accessed: 25 sep. 2017. doi: https://doi.org/10.3823/2386.
Section
Medical Education