Frailty Assessment and its Association with Sociodemographic and Health Characteristics in Community Elderly

  • Graciela Maria Carneiro Maciel Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Heloiza Talita Adriano da Silva
  • Rafaella Guilherme Gonçalves
  • Josefa Danielma Lopes Ferreira
  • Sarah Vinagre Tietre
  • Rejane Maria Paiva de Menezes

Abstract

Background: Frailty assessment in the elderly and its relationship to sociodemographic and health characteristics.


Method: Quantitative study, descriptive and cross-sectional study, conducted between April to July 2014, at two Family Health Units in Natal, Rio Grande do Norte. The sample consisted of 203 elderly. The data collection procedure occurred through a structured interview, which used two instruments.


Results: The average age of the participants was 68.59 years; among them, 83 (40.89%) did not show weakness, 45 (22.17%) were apparently vulnerable and 75 (36.94%) were frail. The weakness associated with low education, widowhood, heart disease, diabetes mellitus, osteoporosis, respiratory disease, urinary tract infection, depression, six classes of drugs (antidiabetic, antidepressant, anxiolytic, and antacid against osteoporosis) and fall episode.


Conclusions: We conclude that assessment of frailty is important to detect the risk and/or embrittlement process already installed in the elderly.

References

1. Fernandes HCL, Gaspar JC, Yamashita CH, Amendola F, Alvarenga MRM, Oliveira MAC. Avaliação da fragilidade de idosos atendidos em uma unidade da estratégia saúde da família. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, 2013;22(2):423-3.
2. Vieira RA, Guerra RO, Giacomin KC, Vasconcelos KSS, Andrade ACD, Pereira LSM et al. Prevalência de fragilidade e fatores associados em idosos comunitários de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil: dados do Estudo FIBRA. Cad Saúde Pública. 2013;29(8):1631-643.
3. Silva VA, Souza KL, D'Elboux MJ. Incontinência urinária e os critérios de fragilidade em idosos em atendimento ambulatorial. Rev Esc Enferm USP. 2011;45(3):672-78.
4. Fhon JRS, Diniz MA, Leonardo KC, Kusumota L, Haas VJ, Rodrigues RAP. Síndrome de fragilidade relacionada à incapacidade funcional no idoso. Acta Paul Enferm. 2012;00(0):000-0.
5. Linck CL, Crossetti MGO. Fragilidade no idoso: o que vem sendo produzido pela enfermagem. Rev Gaúcha Enferm. 2011;32(2):385-93.
6. Remor CB, Bós AJG, Werlang MC. Características relacionadas ao perfil de fragilidade no idoso. Scientia Medica (Porto Alegre). 2011;21(3):107-112.
7. Carmo LV, Drummond LP, Arantes PMM. Avaliação do nível de fragilidade em idosos participantes de um grupo de convivência. Fisioter Pesq. 2011; 18(1):17-22.
8. Lenardt MH, Sousa JR, Carneiro NH, Betiolli SE, Ribeiro DK. Atividade física de idosos e fatores associados à pré-fragilidade. Acta Paul Enferm. 2013;26(3):269-75.
9. Moretto MC, Alves RMA, Neri AL. Relação entre estado nutricional e fragilidade em idosos brasileiros. Rev Bras Clin Med. 2012;10(4):267-71.
10. Andrade WJ, Araújo A, Campos KFC. Estudo descritivo sobre a fragilidade de idosos assistidos em uma unidade de saúde da família. R. Enferm. Cent. O. Min. 2011; 1(4):470-481.
11. Storti LB, Fabrício-Whebe SCC, Kusumota L, Rodrigues RAP, Marques S. Fragilidade de idosos internados na clínica médica da unidade de emergência de um hospital geral terciário. Texto Contexto Enferm. 2013;22(2): 452-9.
12. Lenardt MH, Carneiro NHK, Betiolli SE, Ribeiro DKMN, Wachholz PA. Prevalência de pré-fragilidade para o componente velocidade da marcha em idosos. Rev Latino-Am Enfermagem. 2013;21(3).
13. Neri AL, Yassuda MS, Araújo LF, Eulálio MC, Cabral BE, Siqueira MEC, et al. Metodologia e perfil sociodemográfico, cognitivo e de fragilidade de idosos comunitários de sete cidades brasileiras: Estudo FIBRA. Cad. Saúde Pública. 2013; 29(4):778-792.
14. Fhon JRS, Rosset I, Freitas CP, Silva AO, Santos JLF, Rodrigues RAP. Prevalência de quedas de idosos em situação de fragilidade. Rev Saúde Pública. 2013;47(2):266-73.
15. Duarte MCS, Fernandes MGM, Rodrigues RAP, Nóbrega MML. Prevalência e fatores sociodemográficos associados à fragilidade em mulheres idosas. Rev Bras Enferm. 2013;66(6):901-6.
16. Lima US, Duarte MCS, Albuquerque KF, Evangelista CB, Lopes MS, Costa ICC. Fragilidade e fatores associados em idosos residentes em uma instituição de longa permanência. Rev enferm UFPE on line. 2013;7(5):4319-324.
17. Silva MDF, Ferreira-Alves JO. Luto em Adultos Idosos: Natureza do Desafio Individual e das Variáveis Contextuais em Diferentes Modelos. Psicologia: Reflexão e Crítica. 2012; 25(3):588-595.
18. Borges CL, Silva MJ, Clares JW, Bessa MEP, Freitas MC. Avaliação da fragilidade de idosos institucionalizados. Acta Paul Enferm. 2013;26(4):318-22.
19. Miguel RCC, Dias RC, Dias JMD, Silva SLA, Filho PRM, Ribeiro TMS. Síndrome da fragilidade no idoso comunitário com osteoartrite. Rev Bras Reumatol. 2012;52(3):331-347.
20. Silva VA, D’Elboux MJ. Fatores associados à incontinência urinária em idosos com critérios de fragilidade. Texto Contexto Enferm. 2012;21(2): 338-47.
21. Alvarenga MRM, Oliveira MAC, Domingues MAR, Amendola F, Faccenda O. Rede de suporte social do idoso atendido por equipes de Saúde da Família. Ciência & Saúde Coletiva. 2011; 16(5):2603-2611.
22. Filho PCPT, Almeida AGP, Pinheiro MLP. Automedicação em idosos: um problema de saúde pública. Rev enferm UERJ. 2013; 21(2):197-201.
Published
2017-04-13
How to Cite
MACIEL, Graciela Maria Carneiro et al. Frailty Assessment and its Association with Sociodemographic and Health Characteristics in Community Elderly. International Archives of Medicine, [S.l.], v. 10, apr. 2017. ISSN 1755-7682. Available at: <http://imedicalsociety.org/ojs/index.php/iam/article/view/2273>. Date accessed: 29 june 2017. doi: https://doi.org/10.3823/2404.
Section
Geriatrics

Most read articles by the same author(s)